Max Heindel

Max Heindel, iniciado rosacruciano, nasceu no dia 23 de julho de 1865. Seu pai era François L. Von Grasshoff, de uma nobre família ligada à Corte Alemã. Casou com uma senhora dinamarquesa, de cuja união nasceram três filhos. O mais velho destes foi CARL LOUIS VON GRASSHOFF, que mais tarde adotou o pseudônimo de Max Heindel, seu pai faleceu quando tinha seis anos de idade, sua mãe sofreu para custear sua educação e de seus dois irmãos.

Depois de ter estudado engenharia na Escócia, foi engenheiro chefe de um barco de passageiros da "Cunard Line" e mais tarde engenheiro consultor na cidade de Nova Yorque. Nessa altura casou, casamento que terminou com o falecimento de sua esposa em 1905. Um filho e duas filhas nasceram desse casamento. De saúde delicada, Grasshoff sofreu várias operações que afetaram permanentemente seu sistema cardiovascular, havendo-se encontrado várias vezes as portas da morte. Mais tarde casou com Augusta Foss que viria a ser uma devotada auxiliar.

Sua busca de uma solução para os problemas humanos e metafísicos o impulsionaram a ingressar na Sociedade Teosófica em Los Angeles, Califórnia, onde foi vice-presidente, entre 1904 e 1905. Foi nesse período que começou a desenvolver-se nele um profundo desejo de compreender as causas do sofrimento da Humanidade e de procurar os meios de suavizá-los.

Com efeito, esses anos, 1904 e 1905, foram bastante difíceis, não só pelo falecimento de sua esposa, como pela grave doença de coração que o afetou durante vários meses.

Depois de ter vencido essas provas e outras de grande valor, acabou por ser escolhido pela Ordem ROSA Cruz, que existe apenas no Plano ESPIRITUAL , para divulgar, publicamente, os ensinamentos sobre a profunda e milenar "Filosofia Rosacruz" que descende em linha direta dos Essênios, com quem Jesus conviveu durante vários anos da sua vida.

Esteve então mais de um mês em comunicação direta e sob as instruções pessoais dos Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz, graças aos quais recebeu a maior parte dos conhecimentos contidos em sua obra magistral: "O conceito Rosacruz do Cosmo".

Após muito trabalho reestrutura a Fraternidade Rosacruz, em agosto de 1909, ficando a sua sede Mundial em Oceanside - Califórnia, local de condições cósmicas especiais.

Deixou várias obras literárias, verdadeiras pérolas espirituais, tais como:

1-) Conceito Rosacruz do Cosmo em 1909;
2-) Cristianismo Rosacruz;
3-) Os mistérios Rosacruzes;
4-) Filosofia Rosacruz em perguntas e respostas (dois volumes);
5-) Os mistérios das grandes óperas;
6-) Ensinamentos de um iniciado;
7-) Recoleções de um místico;
8-) O Véu do destino;
9-) Cartas aos estudantes;
10-) Iniciação antiga e moderna;
11-) A Maçonaria e o Catolicismo;
12-) Princípios ocultos da saúde e cura;
13-) Como conheceremos o Cristo e a sua volta?
14-) Astrologia científica e simplificada;
15-) A mensagem das estrelas;
16-) Astro diagnoses.

Após trabalhar de noite e de dia, em prol da Humanidade, passou para o Oriente Eterno em 6 de janeiro de 1919.


Fonte: Origem Desconhecida! Família do Old Religion.

Sem comentários

Você deve entrar para comentar.